• Português
  • Español
  • English
  • Alemao
  • Francês

CONTATO

Serra Catarinense

As montanhas da Serra Catarinense, região com altitudes de quase 2.000 metros, registram as temperaturas mais baixas do Brasil. Foram os fazendeiros da região que criaram o turismo rural, adaptando suas fazendas centenárias para receber hóspedes. Os serranos encantam os visitantes com a hospitalidade calorosa, a comida farta e deliciosa e a oferta de atividades ao ar livre, como as cavalgadas, que rapidamente sintonizam o visitante com a natureza.

A Serra catarinense é a região mais fria do Brasil. E é o único lugar do país onde neva todos os anos, mesmo que por poucos dias, durante o inverno. A paisagem de araucárias, campos e taipas (muros de pedra basalto) cobre-se inteiramente de branco e até as águas das cachoeiras congelam. Fazendas centenárias, a cultura gaúcha, a culinária campeira, cavalgadas e visões bucólicas de povoados rurais complementam o belo espetáculo da natureza agreste da Serra catarinense.

Aqui estão situados os pontos mais altos do Estado. Quase todos os municípios que formam esta região – entre eles São Joaquim, Urubici, Bom Jardim da Serra, Lages e Urupema – estão localizados a mais de 1.000 metros de altitude, a apenas duas horas de carro do litoral. No Parque Nacional de São Joaquim, em Urubici, fica o Morro da Boa Vista (1.827 m) e a famosa Pedra Furada, no topo de uma elevação próxima ao Morro da Igreja (1.822 m), onde ocorrem as mais baixas temperaturas de todo o Brasil.

Clima de montanha
O frio e a paisagem de pinheiros, vastos campos com gado pastando e grandes cânions são um cenário curioso e surpreendente num país tropical como o Brasil – mesmo no verão, a apenas 100 km do litoral, respira-se um revigorante ar de montanha. Cavalgar em paisagens deslumbrantes e depois descansar em frente ao fogo de chão, degustando a saborosa comida campeira, são programas típicos da Serra Catarinense.

Não por acaso, a região é berço do turismo rural no país. Na Serra surgiram os primeiros hotéis fazenda, muitas vezes adaptando estruturas centenárias para oferecer conforto e lazer aos visitantes. Mais do que uma calorosa acolhida, essas estâncias oferecem a oportunidade de usufruir da vida do campo, vivenciando experiências inéditas para o morador de centros urbanos, como a ordenha de vaca ou a pescaria em açudes. Além disso, a região apresenta excelentes condições para a prática do ecoturismo e esportes radicais.

Hoje, o turismo figura entre as principais atividades econômicas da região, até recentemente baseada na agropecuária e na indústria madeireira.

Uma região de belos panoramas
Em meio a todas as bonitas paisagens da Serra catarinense, algumas se destacam e podem ser apreciadas em qualquer estação. A Pedra Furada pode ser vista a partir do topo do Morro da Igreja, no município de Urubici. A Serra do Rio do Rastro – com a estrada rasgando montanhas e cânions – pode ser vislumbrada em toda sua grandeza no mirante à beira do paredão, em Bom Jardim da Serra. Mas a descida pelo caminho tortuoso se faz necessário para sentir as emoções vividas pelos tropeiros que abriram as primeiras picadas.

Cidades Turísticas:
Lages, Urubici, São Joaquim, Bom Jardim da Serra e Urupema


Diários de viagem

Confira as experiências de nossos leitores:

» A Serra dos Tesouros
Por Maria Paula Bonilha (1999-08-27 16:43:00)
» Fazendas-Hotéis
Por Jakzam Kaiser (1995-04-16 18:00:00)
Neve em São Joaquim
Fogo de chão na Serra Catarinense