• Português
  • Español
  • English
  • Alemao
  • Francês

CONTATO

Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui

« Voltar para Grande Florianópolis

Enviado por Fabrício Escandiuzzi em 00/00/0000

Uma das regiões mais tranqüilas e bucólicas de Florianópolis, a rota Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui, a 13 km do Centro, é parada obrigatória para quem curte boa comida, clima aconchegante e visual privilegiado. Em nenhum lugar da Ilha será possível encontrar local tão charmoso, um convite para que o visitante sente no deck de um dos vários restaurantes aconchegantes para apreciar a vista. E que vista! No mar calmo, muitos barcos ancorados e viveiros de ostras em plena Baía Norte contrastam, ao fundo, com o centro de Florianópolis e a ponte Hercílio Luz. Visual e ambiente conjugam-se para que o visitante esqueça por algumas horas as preocupações do dia-a-dia e passe momentos agradáveis com um almoço farto, um happy hour descontraído ou um marcante jantar romântico.

O traçado urbano segue o modelo das antigas vilas portuguesas, construídas a partir de uma ou duas ruas principais paralelas ao mar, com a igreja abrindo as portas para a praça. Chama a atenção o calçamento tipo pé-de-moleque, feito com pedras irregulares especialmente para a visita do Imperador Dom Pedro II, em 1845. A arquitetura do casario antigo foi preservada. A fiação de energia elétrica é subterrânea. A impressão é de que aqui o tempo passa mais devagar!

Cultura e gastronomia são as marcas locais
Os imigrantes portugueses, chegados a partir de 1748, escolheram justamente esta região para construir a primeira vila na Ilha. As influências culturais dos colonizadores são visíveis em muitos aspectos da vida cotidiana. Um exemplo é a Igreja de Nossa Senhora das Necessidades, construída com óleo de baleia em 1750. A cultura e a história locais podem ser verificadas também no artesanato ilhéu, que é comercializado em diversas lojas no centrinho de Santo Antônio e exposto nos restaurantes ao longo da rota gastronômica.

São quase 30 estabelecimentos, a maioria à beira-mar, especializados em comida típica. Para os admiradores de massas ou aqueles que querem fazer apenas um lanche, o Restaurante Santo Antônio é uma excelente pedida. É localizado aos fundos de uma loja de artesanato típico e, apesar de não contar com a vista do mar, possui um ambiente agradável, mistura de arte e gastronomia. Os que querem curtir o visual e apreciar os pratos tradicionais podem escolher entre várias opções, como os restaurantes Chão Batido, Bate Ponto e dos Açores.

Sambaqui também tem boas opções
Dois quilômetros ao Norte está Sambaqui, acessível por uma estrada que sai de Santo Antônio mesmo. O local mantém as características da localidade vizinha e, no passado, foi um porto protegido dos ventos, graças a um pontal ao Norte e pelas ilhas Ratones Pequeno e Ratones Grande.

Na Ponta do Sambaqui, o restaurante Pitangueiras serve excelentes pratos no almoço e jantar e conta com um amplo deck à beira-mar. É muito comum perder a noção do tempo por ali. Outro local que pode ser escolhido sem medo é o Restaurante Restinga Recanto. Decorado com peças folclóricas do Folguedo do Boi-de-Mamão, quadros e máscaras de artistas da localidade, serve excelentes ostras frescas e uma caldeirada de frutos do mar.

Local bucólico e paradisíaco, a rota Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui oferece a oportunidade de se comer bem, além de uma viagem no tempo. Uma curiosidade: a região é chamada de Costa do Sol Poente, porque, ao contrário da maioria das praias do litoral brasileiro, está voltada para o pôr-do-sol.