• Português
  • Español
  • English
  • Alemao
  • Francês

CONTATO

Passeios e Programas

Laguna

* Visitação ao Centro Histórico. Vale conhecer o Museu de Anita Garibaldi (1747), onde foi assinada a proclamação da República Juliana; a Casa de Anita (1711), onde estão objetos da heroína, e a Igreja Matriz (1735), recém-restaurada, que exibe belos altares e tela do pintor catarinense Victor Meirelles.
* Visitar a Casa Pinto D´Ulyssea (1866), no Morro da Carioca, quinta portuguesa toda revestida com azulejos vindos de Portugal.
* Visitar as 12 praias da cidade. Mar Grosso, próxima ao centro, oferece a melhor infra-estrutura e é a mais visitada.
* Praia do Gi, onde fica a Pedra do Frade.
* Obrigatório ir ao Farol de Santa Marta, com acesso depois de um pitoresco passeio de balsa. De cima do morro é possível avistar as belas praias do Farol, da Cigana e do Cardoso.
* Observação dos botos no canal que liga a Lagoa de Santo Antônio ao mar. Eles ajudam os pescadores, empurrando os cardumes para as redes e ganhando peixes em troca.
*  Passeio de escuna a partir das docas de Laguna.
*  Assistir à pesca do camarão nas Lagoas de Santo Antônio e de Imaruí.
*  Assistir a encenação Tomada de Laguna,  que ocorre nos fins de semana durante o mês de julho.

 

Garopaba e Imbituba

* Passeio pelo casario histórico do centro de Garopaba e Imbituba.
* Curtir uma das 14 belíssimas praias das duas cidades, a maioria própria para a prática de surfe e windsurf. Destaque para Siriú, Silveira, Ferrugem, Barra, Ouvidor e Vermelha, em Garopaba, e do Rosa, Vila e Ibiraquera, em Imbituba.
* Observação da baleia Franca em embarcações próprias para a atividade.

Jaguaruna

* Aproveitar as praias – Camacho, Arroio Corrente, Campo Bom, Esplanada, Dunas do Sul e Figueirinha – e lagoas – Garopaba, Figueirinha, Arroio Corrente, Encantada, Campo Bom e Preta.
* Visitar os diversos sítios arqueológicos onde estão localizados os maiores sambaquis do Brasil. A maioria está situada entre a praia e a Lagoa da Figueirinha. O sambaqui do Laranjal fica na Lagoa Encantada.

 

Criciúma, Tubarão, Sombrio, Araranguá e Içara

* Mina modelo, em Criciúma.
* Museus Ferroviário e Willy Zumblick e passeio de Maria-fumaça, em Tubarão.
* Em Sombrio, visita ao conjunto das quatro furnas, a 2 km do centro, junto à BR-101. A maior delas tem 17 metros de abertura e área de 1.118 m2.
* Lagoa de Sombrio, a maior lagoa de água doce do Estado, com 54 km2.
* Passeio ao Morro dos Conventos, situado 12 km do centro de Araranguá.
* Vale conhecer o conjunto de sete lagoas de Içara – seis de água doce e uma de água salgada. Estâncias termominerais

* Complexo Hidromineral de Gravatal; Termas da Guarda e do Rio do Pouso, em Tubarão, e as águas termais salgadas de São João do Sul (ver Estâncias Termominerais)

 

Nova Veneza, Orleans e Urussanga

* Museu ao Ar Livre da Imigração Italiana e os paredões de arte sacra do artista Zé Diabo, em Orleans.
* Conjunto das casas de pedra e Museu do Imigrante Cônego Miguel Giacca, em Nova Veneza.
* Museu Histórico Municipal de Urussanga.
* Degustação de pratos típicos da cozinha italiana nas cantinas da região.
* Subir a Serra do Rio do Rastro.

 

Praia Grande

* Visita aos cânions dos Parques Nacionais Aparados da Serra e da Serra Geral. A entrada ao interior dos cânions se dá a partir de Praia Grande. As sedes dos parques ficam na parte superior dos cânions, já no Rio Grande do Sul – a estrada sobe as encostas da Serra a partir de Praia Grande até Cambará do Sul.

 

São Martinho e Santa Rosa de Lima

* O passeio vale pelo sossego e beleza bucólica das cidades de colonização germânica e pelas iguarias típicas, incluindo doces e cucas, servidas em encantadoras propriedades rurais.

 

Baleia Franca, em Imbituba
Farol de Santa Marta em Laguna
Cânion Fortaleza, nos Aparados da Serra
Moqueca servida na Praia do Rosa